22
Abr 10

 

Eram bocas caladas

Ou um fuzil

Mãos exploradas

Um pedaço de pão, ou um covil

 

Eram sombras de escuta

Tortura e perseguição

Mas fomos anos de luta

Vermelho ou anil

Fomos revolução

Fomos…seremos Abril!

publicado por Utopia das Palavras às 21:24

Não com tanta força como a tua, mas recordarei sempre esse dia com as lágrimas
de felicidade na lembrança. Ainda hoje me emociono, porque Abril , não é possível esquecer.
Seremos sim sempre Abril amiga.

Beijinho saudoso, hoje vim ler alguma poesia, aqui local que também não esqueço,
nem a amiga querida que tenho sempre presente.

natalia
rosafogo a 27 de Abril de 2010 às 16:04

"Balada da Liberdade" livro de Miguel Beirão, prefácio de minha autoria e capa de Dorabela Graça
Partilha em co-autoria
Um pouco de mim também...!
visitor stats
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape