04
Abr 09

 

Preciso no mundo, de outro olhar!
De contendas de flores e de amor
De sorrisos sinceros com vista para o mar
Preciso de concórdia, de ti e de cor
 
Sentir as folhas perenes caídas
Renascerem gotículas sentidas
Das lágrimas do sal da verdade
Florando vidas nos pés da liberdade
 
Preciso da força que inventa os braços
Míngua das angústias e cansaços
E no meu corpo rasgado de alento
Entregar-me em flama nas mãos do vento
 
Assim, a minha voz rouca de luta
Calar-se-á por permuta
De um crepúsculo luzidio
Que emproa o navegar dos meus olhos navio!
 
 
imagem: Salvador Dali

 

publicado por Utopia das Palavras às 18:52

Sabes, amiga, o mundo precisa mesmo de outra voz... para não perder o seu cantar!

Beijo doce

Bom domingo
Paola a 4 de Abril de 2009 às 21:07

Paola

Das nossas vozes, amiga!
Elas sempre se ouvirão!

Beijinhos
com

O que precisas é o que de fato todos precisamos pra viver
Lindo

Deixo-te um olhar...
Menina do Rio a 4 de Abril de 2009 às 23:26

Verô

E eu fico...com o teu olhar!

Obrigada, amiga!

Um beijo

Fazem fdalta novas voses cristalinas, limpidas como cristal
beijos
luna a 4 de Abril de 2009 às 23:27

fazem falta novas vozes cristalinas, límpidas como cristal.
desculpa os erros no comentário anterior
beijos
luna a 4 de Abril de 2009 às 23:29

Luna

Todas as que vierem serão sempre vozes de mudança!
Nós precisamos...!

Beijo

Ai o navio...
luabranca81 a 5 de Abril de 2009 às 13:49

Catarina

Já te disse... tinha que ficar... navio!

Kiss

Belíssimo poeta de luta,força e esperança. É urgente encontrar um novo olhar, sim!
Abraço forte
justine a 5 de Abril de 2009 às 14:52

Eu pobre rio, desaguei no teu Mar
Neste Atlantico de Poesia
Onde me vim encontrar
Porque Liberdade também é meu guia

Tens força,voz que rasga horizontes
És navio, és gaivota, pousando nas velas em liberdade.

Beijo grande carinhoso

RosaFogo

Porque nunca estamos sós
Seremos sol e verdade
E o grito da nossa voz
É o canto da Liberdade!

Beijo do meu carinho




Justine

Um olhar de brilho e de futuro... sólido!
Tão simples...!

Um beijo

Mais um hino pela tua pena
melodiosa voz que se faz sentir
mensagem clara e serena
mais um poema para se aplaudir

Beijo grande
manu a 5 de Abril de 2009 às 18:27

Manu

É nela (pena) que derramamos
o que a nossa alma dita...!

Beijo maior

também eu preciso...também eu devorei as tuas palavras, como se escrevessem o meu sentir
beijos e boa semana
Carla a 6 de Abril de 2009 às 13:27

Carla

Sentimento mutuo, amiga!

Beijos

*
preciso
da força das tuas palavras,
rasgando o meu pensamento,
,
conchinhas te deixo,
,
*
poetaeusou a 6 de Abril de 2009 às 14:02

Ausenda,

Mais um poema muito bonito,
também eu...

Preciso da força que inventa os braços
Míngua das angústias e cansaços


Boa semana

Um abraço
Meg a 6 de Abril de 2009 às 14:54

PoetaEuSou

E eu das tuas
para cantar
ao vento...!

tudo, te deixo

Belo poema. Poema de procura. De necessidade de mudança. O barco é lindo. Os caminhos são velhos? Já percorridos? Muda apenas o olhar. Um novo olhar.
Boa Páscoa.
Beijos
Eduardo Aleixo a 6 de Abril de 2009 às 17:25

Eduardo

Um olhar onde que possa navegar sem amarras, mas nunca à deriva!

Boa Páscoa para ti meu amigo!

Beijo

"Balada da Liberdade" livro de Miguel Beirão, prefácio de minha autoria e capa de Dorabela Graça
Partilha em co-autoria
Um pouco de mim também...!
visitor stats
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape