28
Fev 09

 

(mari vilar) 

 
Empresta-me um sonho…simples de sonhar
De cor ausente de dor
Redentor do sorriso e do olhar
Sonho constância multicolor
 
Empresta-me um sonho…de outras madrugadas
Do canto chilreado da liberdade
Dos pequenos nadas
Do cheiro do pão da terra e da vontade
 
Empresta-me um sonho…de poema que desagua
Interlúdio de silêncios estancados
Sonhando versos nascidos na lua
Na boca dos poetas declamados
 
Empresta-me um sonho…flama de encantamento
Onde embale o âmbar da nostalgia
Deslumbre a memória do esquecimento
Para eu poder sonhar um dia
 
Empresta-me um sonho…que me faça correr p´ró mar
Flutuar na carícia de marés singelas
No tempo do vento poder velejar
Fazer um mundo, tocando só nas estrelas
 
Empresta-me um sonho… de amor felino
Rouba-o ao luar, como fruta proibida
Serei dele tocata, ele o meu mais belo hino
Para sonhar…o resto da minha vida!

 

publicado por Utopia das Palavras às 17:59

Lindo, minha amiga. Um pequeno nada tatado com tudo, apesar da impossibilidade. Lembraste-me como é bom sonhar...como a utopia é fundamental... como se concretiza o verso do poeta " o sonho comanda a vida... Mas não to empresto, não!!!

Bom fim-de-semana.

Beijinhos
Paola a 28 de Fevereiro de 2009 às 21:25

Desculpa, mas 3.ª estrofe é mesmo "Empresta"???

Jinhos
Paola a 28 de Fevereiro de 2009 às 21:26

Paola
Não era mesmo. Já emendei.

Obrigada por teres reparado

Beijo

Paola

Vá lá não sejas mazinha...tens tantos, empresta lá!!!!!
Fico à espera
Beijinos

Estivesse esse sonho em meu poder
seria teu somente pelo singelo pedido
dar-te-ia esse meu sonho com prazer
e o teu desejo seria assim concedido

Beijos
manu a 28 de Fevereiro de 2009 às 21:34

Manu

Por aquilo que conheço de ti, tenho a certeza que davas.

Obrigada, amigo

Beijinho grande


Como sabe

os sonhos também se conquistam

MAR ARAVEL a 28 de Fevereiro de 2009 às 22:57

Eufrazio

É no desejo dessa conquista que alimentamos a utopia.

Abraço

Em boa hora por aqui passei, adorei , fiquei até emocionada!

Se eu te pudesse emprestar
Um sonho, todo ele liberdade!
Deixar-te-ía sonhar!
Antes que não seja tarde
E não vá ela acabar!

Beijinho
Bom fim se semana
rosafogo a 28 de Fevereiro de 2009 às 23:23

Rosafogo

Partilhemos esse sonho...de liberdade inteira!!!

Beijos

que possas sonhar o sonho dos sonhadores
beijos
luna a 1 de Março de 2009 às 17:36

Luna

Sem ele que seria do Homem e dos grandes sonhadores!!!!

Sonhemos então...para que a vida se cumpra!

Beijos

Pequenos nadas podem significar tudo!

Toca as estrelas!

um beijo pra ti
Menina do Rio a 2 de Março de 2009 às 00:09

Verô

É mesmo tão simples...
pequenos nadas de vontade e o sonho fica tão perto!

Beijinho, amiga

Lindíssimo poema de amor! Um sonho mais do que perfeito. O difícil é encontrar quem empreste tantas maravilhas juntas assim! Beijo
tossan a 2 de Março de 2009 às 00:20

Tossan

São sonhos de partilha...de uns e de outros, basta vontade!

Obrigada

Beijinho do oceano de cá


*
empresta-me um sonho,
que jamais seja sonhado . . .
,
belo poema,
,
jinos
,
*
poetaeusou a 2 de Março de 2009 às 09:03

Poetaeusou

Um sonho de guardar?

Eu empresto!

jinho pra ti


que bom termos sonhos que nos levam mais além
lindo o teu poema
beijos e boa semana
Carla a 2 de Março de 2009 às 15:22

Carla

Sonhar dá-nos força para abrir caminhos, mesmo que ingremes!

Obrigada

Beijinho

O sonho comanda a vida. Nossos ou emprestados é preciso sonhar.
Gostei de por aqui passar
Benó a 2 de Março de 2009 às 17:06

Benó

Tens razão, o que interessa é que o sonho exista em nós!

Obrigada pela simpatia da visita e comentário

Abraçp

"Balada da Liberdade" livro de Miguel Beirão, prefácio de minha autoria e capa de Dorabela Graça
Partilha em co-autoria
Um pouco de mim também...!
visitor stats
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape